Código: 28

Hiperidrose - Versão Completa de 3 Minutos de Duração.


Por:
R$ 118,00

ou 4x de R$ 29,50 Sem juros
 

 

SINOPSE DO VÍDEO: 

Tratamento do Suor Excessivo com Toxina Botulínica:

Um simples abraço ou aperto de mão podem gerar constrangimento para quem sofre de Hiperidrose, ou seja, a produção excessiva de suor.

Surgem dificuldades no convívio social e profissional.

A Hiperidrose atinge principalmente a axila, a palma das mãos e planta dos pés, mas pode atingir também a face, o couro cabeludo e outras regiões do corpo.

Vamos saber agora quais são as causas desta disfunção do organismo.

Causas da Hiperidrose:

Acredita-se que a maioria dos casos de produção excessiva de suor  são causadas por predisposição genética.

Indivíduos que sofrem com suor excessivo costumam suar até 5x a mais do que o normal, atrapalhando as suas atividades diárias.

A Hiperidrose também pode ser provocada por estímulos emocionais e ainda, por um desequilíbrio dos centros reguladores de temperatura corporal.  

No entanto, ainda não se pode afirmar com certeza por que a Hiperidrose é desencadeada.

A opção não cirúrgica para o tratamento de Hiperidrose é a aplicação de uma substância chamada Toxina Botulínica.

Vamos conheça-la?

Toxina Botulínica:

Descoberta há mais de um século, vem sendo utilizada desde os anos 80.

É um complexo protéico purificado de origem biológica, é muito utilizada para tratamento e prevenção das rugas dinâmicas.

Mas poucos sabem que ela também é muito eficaz no tratamento do suor excessivo.

O Procedimento:

Isso é possível porque as glândulas sudoríparas liberam o suor quando em contato com uma substância chamada Acetilcolina. 

A Toxina Botulínica impede a liberação dessa substância e consequentemente, a produção do suor é reduzida.

Após a aplicação, o paciente pode retornar as suas atividades normais no mesmo dia, na maioria dos casos.

Este tipo de tratamento não é definitivo, mas reaplicações podem ser feitas.

Deixe seu comentário e sua avaliação







- Máximo de 512 caracteres.

Clique para Avaliar


  • Avaliação:
Enviar
Faça seu login e comente.
Todos os direitos reservados à Ensinando ao Paciente © 2020
Criação e Desenvolvimento: Rafael Designer